18 Dezembro 2018

MOVIDOS POR CAUSAS

Nas últimas semanas o concelho de Oeiras assumiu, também ele, a vanguarda dos acontecimentos na defesa dos bombeiros voluntários portugueses.

Era o mínimo que podíamos fazer, depois de mais de 600 anos de história de bombeiros em Portugal. Isso é honrar também os que perderam a vida a salvar outras, ao longo de tanto tempo.

Isso foi honrar as populações que criaram estas Associações e nelas depositaram a sua esperança.

Demonstrámos, uma vez mais, que aqui moram homens e mulheres sem medo algum de dar a cara pelas causas nas quais acreditam.

As Associações Humanitárias de Algés, Barcarena, Carnaxide, Dafundo, Linda a Pastora, Oeiras e Paço de Arcos permaneceram firmes e perfeitamente em sintonia na sua tomada de posições, mantendo o socorro dos oeirenses ao nível de eficácia e prontidão habituais e solidarizando-nos, como sempre, com o resto do país.

Na noite em que me preparo para passar a pasta do secretariado do concelho de Oeiras à digníssima Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Linda a Pastora, que o conduzirá durante todo o ano que aí vem, é o momento ideal de referir que a UNIÃO FAZ A FORÇA! Não só aqui, mas em todo lado.

Hoje decorrerá uma reunião entre o Presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses e o Ministro da Administração Interna. Mais tarde haverá conselho nacional da Liga, agendado para Pombal.

Começa também amanhã uma greve que engloba todos os bombeiros profissionais a prestar serviço nas corporações da administração local - sapadores e municipais - iniciando com os sapadores de Lisboa, ainda esta noite. Óbvia solidariedade com todos eles.

Espero que as coisas se comecem a resolver, por Portugal!

Mas se assim não for, acreditem... cá estaremos para a luta.

VIDA POR VIDA.

_

Armando Cardoso Soares

Presidente da AHBV Dafundo

Presidente do secretariado das Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do concelho de Oeiras