Bombeiros Dafundo

14 MAR

Presidente Jorge de Vilhena no 103º aniversário

O Presidente da União de Freguesias de Carnaxide, Queijas e Linda-a-Pastora, Senhor Jorge de Vilhena, esteve presente nas comemorações do nosso 103º aniversário, nomeadamente tendo participado do momento sempre emotivo, em que prestamos a nossa homenagem no cemitério de Carnaxide.

Ler Mais
14 MAR

Romagem ao cemitério

Hoje homenageamos grandes soldados da paz, com a romagem ao cemitério, nomeadamente ao talhão dos bombeiros. No mesmo, repousam 20 soldados da paz, oriundos de quatro das sete Associações Humanitárias de Bombeiros do município de Oeiras, entre as quais a nossa.

Ler Mais
11 MAR

103º aniversário

Incrível como passaram já 103 anos… quem diria que desde os anteriores quartéis, teríamos desde 1996 o moderno e absolutamente funcional que temos ainda hoje? Tal como sempre o fazemos, cerca das 09h é o momento de hastearmos as bandeiras, em gesto de celebração do nosso aniversário.

Ler Mais
24 DEZ

Nova tenda para cenários de catástrofe e formação

Viaturas operacionais, ABTM´s e ABSC’s com fartura. Um quartel exemplar e funcional. Uma equipa de qualidade, devidamente apetrechada e bem formada.

Ler Mais
22 DEZ

Câmara de Oeiras enaltece-nos

Em mais uma Festa de Natal da nossa casa, o Presidente da Direcção Dr. Armando Soares fez uma intervenção emotiva, relembrando o passado da casa e os novos planos para o futuro, bem como agradecendo a confiança em nome de todos, para mais um mandato como Presidente.

Ler Mais
17 DEZ

Novos órgãos sociais eleitos

Foram eleitos os novos órgãos sociais para a Direcção, Mesa da Assembleia Geral e Conselho Fiscal respectivamente, para o novo mandato. A lista apresenta uma renovação na continuidade passando a Dra. Maria da Conceição Capinha para Presidente do Conselho Fiscal.

Ler Mais
16 DEZ

Mais uma viatura recuperada

Só nós e quem gosta de nós e dos bombeiros, é que percebe o prazer que temos em recuperar velhas glórias que combateram incêndios e salvaram vidas. Homenageamos a história todos os dias e enriquecemos o nosso património monetariamente, mas historicamente – que é a razão pelo qual o fazemos.

Ler Mais
1 2 3